Slide

Blog Conheça o novo Cores 07/02/2019

3 Séries para férias

TodaTeen

Ei! Tudo bem?
Espero que sim :)

Andei sumida e desviando dos caminhos que poderiam me levar até o blog, mas voltei, porque (finalmente!) estou de férias e pretendo trazer uma resolução para vocês de várias coisas legais que eu pude fazer. Uma delas é até mesmo me afastar do blog, então essas postagens de férias vão sair por agosto, mês em que eu não estarei mais em casa, mês de Bienal no Rio de Janeiro também e eu tenho várias novidades sobre ela!

Por hoje, porém, a resolução será de séries que eu vi na minha primeira semana de férias.

[Amazon Prime] Good Omens - 1ª temporada

Good Omens é uma série do serviço de streaming Amazon Prime lançada em 2019. Contando com apenas 6 episódios, a história vai falar sobre um anjo, Aziraphale, e um demônio, Crowley, que juntos vão tentar acabar com o Armagedom, também conhecido como o fim do mundo. Ambos possuem milhares de motivos para evitar o grande acontecimento, mas o maior deles está relacionado com a amizade que os personagens vão criando ao longo dos anos já que estão juntos desde Adão e Eva.

É uma série que eu já tinha muita vontade de assistir, porque a voz de Deus é dublada pela Frances McDormand, a voz do Diabo é feita por Benedict Cumberbatch (mesmo que essa tenha se mostrado muito pequena) e o demônio Crowley é interpretado por David Tennant, que fez Doctor Who e é um dos meus doctor favorito. Porém, a série conquista o telespectador por muito mais do que isso. 

Como são poucos episódios, não é uma série que enrola, "enche linguiça", ela é muito direta e ácida também, então se você é religioso tente não levar tão a sério os comentários e as críticas feitas ao longo da história. 

No geral eu terminei querendo mais, muito mais, porque Aziraphale e Crowley fazem uma dupla improvável incrível, a série é super engraçada e muito bem construída. Ela conta com a ajuda de Neil Gaiman, sim o autor, porque é baseada em um de seus livros, então é como entrar em seu imaginário, o que é um aconchego para os fãs. 

[Netflix] Good Girls - 1ª temporada

Para a felicidade da Thalita, que resenhava aqui no blog, eu finalmente assisti Good Girls, uma série que ela falou bastante durante sua passagem pelo Cores. E juro para vocês, ela falou com razão, porque a história de Beth, Annie e Ruby é genial e impossível de largar. 

As três protagonistas são mães e cada uma está passando por algum tipo de problema financeiro, a Ruby, por exemplo, tem uma filha que está com câncer e precisa pagar o tratamento, mas ela não tem condições financeiras para isso. Assim, as três decidem assaltar um mercado local esperando conseguir uma quantia de até 30 mil, o que seria suficiente para que elas conseguissem mudar suas vidas economicamente. No entanto, ao contarem o dinheiro elas descobrem que conseguiram milhões e, pior, que estão envolvidas com uma gangue que faz lavagem de dinheiro. Aos poucos, Beth, Annie e Ruby ficam cada vez mais envolvidas no esquema e passam até a gostar de toda a situação.

Eu só vi a primeira temporada na minha primeira semana de férias (e é sobre ela que eu estou falando nessa publicação), então espero voltar em breve com a minha resolução sobre a série como um todo.

Mesmo que nesse primeiro contato com a história eu tenha me incomodado bastante com as ações de alguns personagens, principalmente Beth e Annie, eu me fissurei pela série. Não só porque ela consegue misturar o lado engraçado e atrapalhado das protagonistas com o drama presente na vida de cada uma de forma natural. Eu gostei mesmo porque é uma série de mulheres, mulheres fortes, independentes e mães. Normalmente quando falam sobre mães nos filmes elas são donas de casa que perderam sua vida para cuidar de seus filhos, em Good Girls não. Por isso, já era de se esperar que a série tivesse pegadas feministas em vários momentos, então é uma série que vale cada segundo do seu dia, por favor maratonem.

[Netflix] Stranger Things - 3ª temporada

Terceira temporada de Stranger Things lançou e, mesmo que eu tenha detestado a segunda temporada (fazendo polêmica aqui), eu decidi que assistiria a continuação. 

Diferentemente dos meus comentários anteriores, não pretendo contar sobre o que essa temporada irá falar, porque é melhor que você tenha assistido as passadas. Não quero dar nenhum spoiler. O que você precisa saber se estava em uma caverna sem Netflix, é que essa história vai contar com personagens sobrenaturais e vai colocar como foco o mundo invertido, literalmente o nosso mundo invertido. Os protagonistas são crianças e com o passar das temporadas eles vão amadurecendo, o que é interessante de assistir. 

Como eu disse, não fui fã da temporada anterior a essa e não posso dizer que também gostei da terceira temporada com muito fervor. Eu achei um tanto quanto vaga e alguns pontos da primeira temporada que foram abertos não foram se quer citados nas temporadas seguintes, o que me incomodou bastante. Alguns personagens me cansavam, como Eleven e Mike, e certas cenas me faziam revirar os olhos. Mas outros pontos me agradaram, como a amizade de Eleven e Max (momento girl power) e o nicho Dustin, Steve, Erica e Robin, com certeza os quatros foram o motivo de eu ter terminado a temporada. Não posso esquecer, porém, que algo realmente me alegrou: os poucos episódios. Anteriormente essa fora uma série que gostava de prolongar momentos desnecessários, mas nessa temporada parece que os diretores entenderam que era melhor ter poucos episódios e ganhar assim uma história mais consistente. 


E são essas as três séries que estiveram presentes na minha primeira semana de férias. Espero que alguma tenha despertado o interesse de vocês. Se não, aproveitem que a nova temporada de Queer Eye acabou de lançar e se divirtam com os fab5.

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩

  1. Oi Cecília.
    A primeira série eu não conhecia, mas gostei da sua apresentação.
    A segunda está indo para terceira temporada e se for a última eu posso assistir.
    Stranger Things já é um caso a parte. Por algum motivo estranho eu continuo vendo, mas não posso dizer que eu gosto. Quer dizer, algumas coisas são totalmente aleatórias e olha que eu já estou na terceira temporada. Além disso, a mudança de tom e as histórias paralelas dessa temporada não tem surtido um bom efeito.
    Ótima lista.
    Beijo.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti a primeira temporada também de Good Girls, alguns fatos me irritaram, mas no geral gostei muito, gostei da pegada feminista e me divertir também. Preciso dar prosseguimento.
    Stranger Things acho até pecado falar, ainda não assisti nada, embora tenha imensa vontade. Vou tentar mudar isso o mais breve.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ei Cecilia,

    Aaaai eu quero muito assistir Good Omens e depois do seu post fiquei com ainda mais vontade :D~ Eu também não assisti Good Girls e já anotei para maratonar<3. E gostei bastante de Stranger Things , estou amando a fotografia da série, as referências e alguns dramas inseridos. Concordo com você, ainda há questões a serem fechadas e Mike e Eleven também me irritaram hahaha COM CERTEZA quem mais se se destacou foi o grupo de Dustin, Steve, Robin e Erica, amei demais!!!!!

    Ótimo post!
    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

    ResponderExcluir