Slide

Blog Conheça o novo Cores 07/02/2019

Organização

Tumblr

Ei! Tudo bem?
Espero que sim :)

Eu não sei aí, mas no Rio de Janeiro as coisas só começam a funcionar de verdade depois do carnaval. Esse ano, porém, o carnaval foi em Março e isso quer dizer que muitas coisas ficaram atrasadas na vida daqueles que decidiram adiar as atividades até que o ano começasse de fato. Fui uma dessas pessoas, preciso dizer.

Agora que o carnaval já passou e em um piscar de olhos Abril já terá chegado, eu vim aqui finalmente abrir a nossa sessão de postagens sobre estudo, organização, planejamento, redação, ENEM, vestibular, faculdade e muito mais. Esse era um projeto de 2018 que eu queria muito ter realizado, mas decidi que seria melhor deixar para o ano seguinte, momento em que eu teria maior noção dos assuntos citados.

Hoje, entretanto, decidi começar bem básica, falando sobre organização, um mal da sociedade brasileira e quiçá do mundo todo. A prova que organização/planejamento não é o nosso forte é deixar as coisas para depois do carnaval, é sempre deixar para depois aquilo que pode ser feito agora ou, pior, deixar para agora aquilo que pode ser feito depois; o inverso acontece constantemente e a gente não percebe que isso pode se tornar desmotivador.

Posso falar isso muito bem, porque passei a me tornar uma planejadora nata quando percebi que essa era a minha única forma de contornar a ansiedade. Descobri que funcionava e que muita gente queria seguir os mesmos passos que eu, por isso fiz duas publicações no ano passado sobre o assunto, vocês podem vê-las clicando aqui. A postagem que teve maior visualização foi exatamente sobre construir um planejamento e fazer com que ele funcione (clique aqui para ler), por isso decidi que eu iria revisar a lista que eu fiz ano passado e adicionar coisas nessa publicação.

Seguindo essas dicas vocês já vão estar se planejando para qualquer assunto, seja para trabalho, para casa, para estudo e para vestibular/ENEM, é de fato bem amplo para que todos sejam agregados no assunto, porém, já adianto que farei postagens específicas.

1. Tudo bem não seguir o seu planejamento;
Provavelmente você não estava imaginando que eu iria começar dessa forma, juro que entendo. Por muito tempo me cobrei rigidamente a seguir aquilo que eu anotava nos horários da minha agenda, me cobrava mesmo. Isso, porém, não faz sentido algum! Comecei a me organizar porque sabia que funcionava para a minha vida, mas principalmente para a minha ansiedade, porém, façam uma reflexão sobre como eu me sentia quando algo saia de uma forma que eu não planejava. Era como seguir uma estrada que eu já conhecia, sabia o caminho de olhos fechados, mas em algum momento ela se desviava para duas direções e eu não sabia qual seguir. A ansiedade piorava e eu me via em uma vazio.

Então ao mesmo tempo em que planejar aliviava, não seguir esse planejamento (e em boa parte do tempo era inevitável não seguir) me deixava ainda mais ansiosa. Percebi que isso não era algo individual, quem tem ou quem não tem problemas com ansiedade se sente da mesma maneira, cada um interpreta do seu jeito, mas a maior parte das pessoas enxerga a situação como uma falha.

Vivemos em um mundo que não é individual, a consulta no médio marcado às três horas da tarde pode se desenrolar para mais de duas horas do planejado porque a ação não dependia só de você, existe um coletivo. O almoço marcado com os amigos pode atrasar porque o ônibus pode sim quebrar no meio do caminho. Aquele sábado que foi organizado minunciosamente pode não ser tão produtivo quanto estava no pensamento. E gente, tá tudo bem.

Por isso comecei com esse ponto, questão que infelizmente não comentei em alguns momentos necessários. As coisas podem e vão se desviar sem ao menos a gente perceber e isso acontece por uma série de fatores que fazem parte da vida e a gente precisa lidar, isso é viver, não veja como um problema o que pode ser uma solução.

2. Organizações nem sempre são belas;
Um minuto para esse tópico que é muito importante. A gente vive em um mundo conectado, o Gabriel até falou sobre o assunto no Chá das Seis do dia 15/03 (leia aqui), então é óbvio que em algum momento a gente vai se deparar com a "perfeição", essas aspas são necessárias porque perfeição é algo muito relativo. A gente vai encontrar vidas belas e influenciadores que estarão falando sobre facilidade das coisas e mostrando um bullet journal de dar inveja. A realidade não é assim.

Pode ser que tenham pessoas que consigam se organizar maravilhosamente bem e usar canetas coloridas para deixar as anotações mais inspiradoras, mas eu garanto que mais da metade do mundo não consegue funcionar dessa maneira. A organização, o planejamento, a forma que a gente leva a nossa vida é a coisa mais pessoal que existe. Alguns preferem anotar em uma folha A4, outros preferem tabelas no Excel, tem aqueles que adoram um celular para nunca sair de perto deles e ainda os que conseguem organizar tudo na própria cabeça. É muito relativo afirmar qual é a melhor solução, porque a melhor solução é aquela que você escolhe para você mesmo. 

3. Não faça pressão em si mesmo;
A vida é complicada, e esse é o comentário mais óbvio que eu fiz nessa publicação, mas é a verdade. A vida é complicada, as pessoas são difíceis e em todo momento estamos sendo pré-julgados. Eu poderia falar outro comentário simples, não ligue para o que pensem de vocês, e seria lindo que as coisas fossem assim, tão fáceis, mas não são. Então no lugar de dizer que é necessário largar o outro para pensar em si mesmo (façam isso de qualquer forma, porque é de extrema importância), pense em si mesmo e pronto.

Pressão a gente vai encontrar por todos os lados, todo mundo quer algo a mais de você, todo mundo vai querer da pitaco na vida alheia, às vezes sem intenção alguma de fazer isso. Então por qual motivo a gente vai continuar colocando mais carga em cima de quem nós somos? Não é fácil, mas se questionarmos isso todos os dias a vida vai ficando mais leve e tudo será organizado com mais facilidade.

Não precisamos seguir sempre o planejamento. Não precisamos nos forçar a fazer o que não queremos. Não precisamos perder tempo com aquilo que não nos faz bem, o que é tóxico. Nós simplesmente não precisamos. O que precisamos é entender quem somos para colocarmos nossas vontades e desejos em primeiro lugar. Precisamos de uma vida mais fácil.

4. Mudanças são necessárias e são incríveis;
É muito fácil sair falando sobre isso tudo, mas imagina se tudo der errado. Tudo aquilo que você queria. Por isso é importante se monitorar, saber os erros para concerta-los e destacar mesmo os acertos. É a melhor motivação que há para que esse funcionamento não se torne um trabalho árduo.

É claro que também é necessário perceber que algumas coisas necessitam de mudanças, ter um planejamento, por exemplo, é muito legal, mas às vezes não funciona e isso não é uma falha sua, talvez seja algo momentâneo ou talvez simplesmente não funciona mais para você. Então tá tudo bem acabar com tudo e começar novamente, ou não. Sintam-se livres, organizar algo é muito pessoal, só você conhece seu próprio jeito de ser.

5. Nunca é tarde. 
Quando eu era pequena meu pai gostava de afirmar que eu nunca teria certeza na minha vida além da morte, e dizia ainda que ela poderia acontecer em qualquer momento por qualquer circunstância. Você deve pensar o quão malvado ele era, mas logo depois disso tudo ele acrescentava que: isso não é motivo para você deixar de viver.

Se a gente pensar no que já passou ou no que, talvez, nunca vá acontecer, a vida vai passar mesmo. Não adianta ficar se arrependendo ou se martirizando por algo, a gente sempre tem a oportunidade de recomeçar algo e seguir em frente. Não existe motivo algum para a gente deixar de viver, não existe mesmo. Então acreditem, não é tarde demais para recomeçar. Não é tarde para agir e fazer aquilo que gostamos.


Foram cinco pontos que eu considero muito importante, mais importante do que repassar todas aqueles assuntos que eu já comentei anteriormente sobre como fazer anotações, como fazer o dia render mais, como fazer isso e como fazer aquilo. Tenham em mente o que eu falei nessa postagem de hoje, porque é isso que importa quando a gente quer tentar organizar o nosso dia, nossos estudos, nosso ambiente de trabalho e familiar, enfim, quando a gente quer mudar algo e fazer com que ele seja mais fácil para nós mesmo. Isso é organização, não é arrumar o quarto que estava bagunçado, organização é, na verdade, nos acharmos no meio do turbilhão de coisas que a vida coloca em nossa frente, é achar nós mesmos, por isso que é um trabalho minucioso e que pode acontecer de tudo.

Espero que vocês tenham gostado dessa postagem, prometo falar mais sobre mais assuntos no estilo e em coisas mais específicas. Vestibular, faculdade e ENEM serão meu foco em 2019, mas sintam-se a vontade em pedir algum tema.

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩