Slide

Blog Conheça o novo Cores 07/02/2019

Entrevista | Amanda Maia


Ei! Tudo bem?
Espero que sim :)

Hoje eu estou muito feliz por estar trazendo para vocês uma entrevista com a autora Amanda Maia, parceira do blog e muito querida por toda a equipe do Cores.

A ideia de falar com a autora sobre certos assuntos surgiu depois de uma conversa nossa sobre escrita e como os leitores influenciam muito o rumo de uma história. Comentários positivos, negativos e o que críticas cruéis podem fazer com a inspiração do escritor. E por estarmos vivendo em um período de ódio e que a tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço em nossas vidas, foi impossível não pensar na Amanda, que é uma autora do Wattpad e da Amazon, duas plataformas digitais literárias.

Amanda Maia
Amanda Maia
Se você não conhece a autora, fique tranquilo, porque ela mesma se apresentou como uma escritora de New Adult (um gênero dentro dos Romances Românticos) e que escreve para que seus leitores não se sintam apenas entretidos, mas que eles possam tirar algo de seu trabalho. Ela diz que quando começou a escrever a ideia era simplesmente divertir, mas ultimamente ela vem pensando e mudando seu conceito como autora. Agora seus leitores podem se inspirar ou tirar alguma lição. E isso tudo ela consegue por se entregar em suas obras, a Amanda escritora se comove com o que escreve e sente por cada história como se fosse a sua. Para ela todo autor se sente assim, mas em seu caso se torna tão real que em Behing The Fall, terceiro e último livro da trilogia The Fall, ela foi tomada por semanas intensas de pura angústia, se colocando no lugar do seu protagonista, James. É isso que a fez ter tanto sucesso na plataforma Wattpad, que depois de iniciar em menos de seis meses seu primeiro livro já tinha mais de 400 mil leituras. Quando recebe o feedback, ela vê que sentir de igual para igual o que seus protagonistas sentem fez toda diferença. Ela mergulha de cabeça no que faz, não importando qual seja o tema da história.

"Minha intenção é fazer com que os leitores sintam exatamente tudo que os personagens sentem; é ter sensibilidade nas palavras para que o sentimento seja alcançável e não uma coisa irreal ou ilusória. Como escritora, sinto orgulho do que faço e de quem acabei me tornando pela escrita."

E com a escrita ocupando totalmente seu tempo, Amanda já está trabalhando em um novo livro que, infelizmente, ela não pode dar muitos detalhes, mas já adianta que é intenso, bonito e traz uma mensagem muito importante. Dessa vez seu casal já está casado e foi muito difícil para que ela iniciasse a história, a ideia veio enquanto ela assistia um dorama coreano. Ela acredita que com essa nova história ela irá alcançar mais pessoas.

"Acho que a ambição de qualquer escritor – o que todo escritor quer, na verdade – é ser lido. Então, que #AQTA alcance muitas pessoas! Que seja um livro sem "gênero", que qualquer um possa ler e se encantar pela história. Tem toda a carga dramática que venho falando em minhas redes sociais e uma história linda que ficará marcada para sempre. É uma promessa!"

Assim como seus outros livros, ele será publicado no Wattpad e depois de trabalhado na edição ele será lançado na Amazon.

A importância de Our Fall
Amanda Maia
Amanda começou no Wattpad com Our Fall, primeiro livro de sua única trilogia. Ela diz que: "era tão imatura na escrita quando comecei [Our Fall] que não esperava absolutamente nada dele, senão me divertir enquanto escrevia. O livro alcançou muitas pessoas, trouxe uma proporção de fãs do livro que certamente eu não imaginava ter, porém, foi a melhor decisão que tomei e sou muito, muito grata por todo o sucesso que o livro fez."  Porém, finaliza-lo foi ainda mais difícil, Amanda diz que chorou e não por que teve que tomar uma decisão superdifícil no encerramento, mas por se emocionar enquanto fazia a primeira revisão do livro. "Cresci muito com James e Quinn; aprendi sobre o que gosto e o que não gosto em um livro. Quase quatro anos trabalhando nessa trilogia e depois de ter escutado tanto que não conseguiria terminá-la, foi como sair vitoriosa de uma guerra."

Apesar da clara semelhança física de Amanda com Quinn, sua protagonista da trilogia The Fall, ela se sente psicologicamente mais semelhante com Freya Duval, de Tarde Demais. Freya, no início da obra, passa por abuso em seu trabalho, trabalhando horas sem descanso. Segundo a autora, na época em que escreveu o conto estava passando por isso, “quis escoar meu sentimento para outro lado e nada melhor do que escrever sobre.” Todos os livros de Amanda, porém, possuem algum tema a ser debatido.

Os comentários
Our Fall foi tão importante para sua vida que ele seria o escolhido a virar filme se pudesse, tanto pelos fãs quanto pelo seu carinho com a história. Amanda possui leitores que gostam do que escreve, outros que ficam a meio termo, e os que realmente não gostam de nada. Tem leitores que leram a trilogia The Fall inteira, mas passaram todos os capítulos no Wattpad reclamando das ações dos protagonistas, como se eles tivessem que exceder às expectativas. "Embora seja uma ficção, trago veracidade dos fatos e como todo ser humano comete erros, não posso criar personagens que fogem da realidade. É humanamente impossível ser perfeito." Os que gostam de tudo que escreve são os mais engajados. Porém, como Amanda afirma, todo trabalho que você faz e acaba trabalhando com mais pessoas, a tendência é de que isso gere alguma discussão. "Acredito que é do ser humano mesmo, essa necessidade insana de diminuir ou difamar o outro para suprir o próprio ego."

O assunto já magoou muito a escritora que já chegou a se afastar do mundo literário, mas percebeu que escreve e só. "O que as pessoas vão pensar a respeito depois, não posso controlar. Longe de mim conseguir agradar a todos! Então, não lido, apenas deixo que falem." Hoje em dia Amanda consegue conviver tranquilamente com esses comentários. "Quando recebo alguma mensagem de ódio ou até mesmo algum leitor dizendo que outro autor andou falando por aí, eu ignoro esses assuntos. Não tem nada que eu possa fazer a respeito. Vivo bem, sem mágoas ou rancor. Sem guardar comentários de ódio ou injúria. Não vejo razão para eu tentar provar o contrário de algo que alguém já se decidiu."

"Adoro conversar com os leitores sobre suas opiniões, sejam elas para elogios, críticas construtivas ou destrutivas, estou aberta a eles o tempo todo."

Porém, mesmo com toda a confusão e os comentários, Amanda não tem medo de escrever uma nova história que não seja tão boa quanto a anterior. "Qualquer história que escrever de agora em diante, estaremos em um divisor de águas, principalmente porque não será nada parecido com a trilogia. É claro que os leitores que me acompanham desde 2015 estarão com altas expectativas, talvez até esperando que seja algum livro que lembre Our Fall, mas cada história que virá a seguir será única a seu modo e espero de coração que os leitores recebam cada uma delas com muito carinho."

Suas perspicácias na escrita
Amanda Maia
Para que seus livros funcionem e sejam publicados constantemente, muitos acham que Amanda possui metas diárias, mas ela prefere escrever um novo livro a cada três meses e anotar a quantidade de palavras que escreve por dia, e quando não consegue trabalhar normalmente tenta suprir no dia seguinte.

Esses livros são publicados inicialmente no Wattpad e posteriormente na Amazon. O Wattpad é conhecido por publicações de autores que, atualmente, são cada vez mais conceituados. Para se destacar em uma plataforma tão grande e cheia de sonhadores é mais complicado. E Amanda deu dicas importantes do que ela fez e o que alguém deve fazer para seguir seu caminho. "Divulgando! Muuuuuuuito! Quando entrei no Wattpad em dezembro de 2015, não tinha sequer um seguidor na plataforma, então, pensei: preciso começar do zero por aqui, assim como fiz quando iniciei minhas fanfics! Assim fiz. Divulgava em grupos do Facebook e até em mensagens no Wattpad. Havia dias que passava a madrugada fazendo isso! O resultado demorou, mas felizmente ele chegou e seis meses depois Our Fall atingia suas 400 mil leituras." Para Amanda o importante para se destacar é ser educado, gentil e aberto aos leitores que te acompanham. "Interaja em grupos no Facebook, convide as pessoas para lerem educadamente, sem passar a impressão de que "é uma obrigação que leiam". Envie mensagens amigáveis pelo Wattpad convidando as pessoas para te conhecerem melhor."

Suas influências
Amanda Maia
Assim como qualquer escritor, Amanda sofre influências de outros autores. No seu caso é a J.K. Rowling, autora da saga Harry Potter. "Tenho muitos livros favoritos, sempre que termino um, penso: esse é meu favorito! Mas acho que a saga Harry Potter é um marco para mim. Eu me identifico com a escrita da J.K Rowling, embora não escreva fantasia, sou completamente apaixonada por ela, como pessoa e incrível mulher que se tornou. Quando comecei Our Fall estava lendo "Harry Potter e a Pedra Filosofal". Fazia várias anotações enquanto lia esse livro, porque me sentia motivada e inspirada. Acredito muito que todo escritor deve sair de sua zona de conforto e ler não somente o gênero que escreve, mas tudo que puder. A criatividade vem como um estalo no seu cérebro! E acredite, qualquer coisa que J.K escrever, vou ter a mesma sensação. Também me inspiro em Brittainy C. Cherry, autora de O Ar que ele Respira e Colleen Hoover, É assim que Acaba. Quando decidi que queria seguir a linha de romances New Adult, dramático, estava lendo os livros dessas mulheres incríveis e me identifiquei."

Amanda também busca inspiração lendo ou assistindo a filmes. "Algumas pessoas já me perguntaram se eu não acabo misturando a minha história com a que estou lendo, entretanto nunca aconteceu comigo. Gosto de ler para manter meu cérebro trabalhando na criatividade e assisto a filmes e séries com o mesmo intuito. Às vezes estou concentrada na leitura ou em algum filme e de repente meu cérebro dá um estalo e tenho uma ideia. O motivo para eu sempre ter um caderninho em mãos ou usando o bloco de notas do celular. Uso o banho para lapidar essas ideias!"

A escrita
Trabalhar com a escrita é muito incerto, assim como trabalhar com qualquer arte que te deixe como profissional autônomo, então Amanda tenta não pensar muito nisso. "Sempre que penso, acabo me inclinando para o pior e fico me perguntando se estou deixando o meu futuro à mercê de um sonho. Eu espero que minha vida esteja estável, que eu possa continuar escrevendo e vendendo meus livros para continuar trabalhando só com eles!"

"Espero que meus livros possam alcançar mais leitores e os tocar, como Behind The Fall tocou os que acompanharam o livro no Wattpad. Foi incrível ver a reação de cada um! Me senti grata, como se estivesse fazendo a coisa certa."

Para finalizar, Amanda disse: "uma vez me disseram que a gratidão era diferente de se sentir grato. Não sei se isso é bem verdade, mas me sinto grata. Acredito que ainda não tenha alcançado o que espero como escritora, mas não me sinto nem um pouquinho decepcionada com o que tenho. É a sensação de que entreguei meu coração, meus planos e projetos para a pessoa certa e Deus está cuidando de tudo. Sou muito grata aos meus leitores. Muito mesmo! Nos momentos bons e ruins, eu posso contar com eles. Estão sempre lá para mim e me apoiam, concordam com o que planejo e estendem a mão para me ajudar. E, para convidar mais leitores, gostaria de dizer que recebo todos de coração aberto. Sempre disse e repito: não tenho um grupo de leitores, tenho uma família linda. E se os amigos são a família que escolhemos, é claro que eu escolho os meus leitores!"

Todos os projetos de Amanda Maia para 2019 estão em planejamento, alguns estão relacionados a Our Fall e outros vem de uma série; quatro jovens integrantes de uma banda de rock alternativo em ascensão. Resenhas de seus livros já publicados vocês podem encontrar no Cores, clicando aqui.

Muito obrigada, Amanda, por ter me ajudado com essa entrevista. Você é uma pessoa incrível! Muito obrigada vocês, leitores queridos do Cores que me ajudaram a realizar tantas coisas, como essas. Estou muito feliz em compartilhar com todos um pouco sobre essa escritora incrível.

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩