Slide

Blog Conheça o novo Cores 07/02/2019

Senhorita Aurora | Resenha

Foto: Livreando 

Ei! Tudo bem?
Espero que sim :) 

Vim aqui hoje para resenhar um livro que eu fiz a leitura há um tempão. A ideia de escrever essa postagem surgiu no meio do meu caos diário em que eu percebi que não tinha terminado nenhuma leitura e precisava urgentemente falar sobre algo no blog, por isso trouxe Senhorita Aurora, uma literatura nacional que vai encantar o coração do leitor. 

Senhorita Aurora - Babi A. Sette

Sinopse: Nicole é uma jovem bailarina e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse por um dos seus diretores, o temido Daniel Hunter, um maestro prodígio de temperamento difícil, que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. Quando uma tempestade de neve isola os dois em uma mansão centenária, Nicole e Daniel serão obrigados a encarar não apenas os segredos que atormentam o maestro, mas também uma paixão proibida — e avassaladora — que nasce entre eles. Entre a tão sonhada carreira na dança, um amor intenso como ela nunca sentiu e a própria segurança, Nicole se verá diante de escolhas que parecem impossíveis. E caberá a ela resgatar Daniel de seu próprio passado.


Páginas: 485 | Autor(a): Babi A. Sette | Editora: Editora Verus | Gênero: New Adult


Nicole foi criada por uma mãe lutadora, então quando subiu ao palco para uma audição que a levaria até a Companhia de Ballet de Londres ela fez de tudo para que conseguisse passar para poder realizar seu sonho e mostrar para a sua mãe que seu esforço valeu a pena. Ela só não sabia ainda que todo o processo a levaria a Londres e depois a protagonização de um dos espetáculos mais famosos no mundo do ballet: A Bela Adormecida. 

Viver em um novo país, falar outra língua e interpretar Aurora pareciam tarefas difíceis, mas nada se comparava com Daniel Hunter, o maestro do espetáculo. Isolado e extremamente arrogante, Nicole precisa enfrentar barreiras para que consiga entende-lo e fazer o melhor no palco, assim decide que ir atrás de Daniel em sua casa seria uma boa ideia, ela só não sabia que uma nevasca iria a deixar presa com o homem que a amedronta, mas desperta fortes emoções em seu coração. 

"Como um rio flui certamente para o mar, querida, é assim que funciona: algumas coisas estão destinadas a acontecer."

Meu interesse pelo livro veio pelo meu amor ao ballet. A dança sempre esteve presente em minha vida, desde os cinco anos e, infelizmente, só parei por problemas físicos que a mesma me deu depois de incansáveis treinos sem preparo, o erro foi meu - diga-se de passagem. Então estava muito empolgada para realizar a leitura. 

Inicialmente, mesmo me sentindo imersa em uma história mais fraca, fiquei muito feliz com a apresentação dos personagens e a forma que a autora lidou com a dança, que era o meu maior foco na leitura, logo, mesmo que eu vá apresentar muitos pontos negativos, consegui ser cativada pelo romance dos protagonistas e torcer para que o amor impossível se tornasse real.

"Achava que nunca iria me apaixonar, porque o ballet sempre foi o meu único e verdadeiro amor."

Nicole, inicialmente, foi uma personagem mega divertida e que empolga o leitor a saber sobre sua vida e dificuldades. Entretanto, com a leitura e a partir do momento em que ela se encontra com Daniel ambos parecem sem sentido ali. Ela passa a ficar mimada e não entende o espaço do próximo, ele é extremamente grosseiro e em alguns momentos isso me incomodou. Não posso dizer que não gosto dos protagonistas, porque seria mentira. A relação deles foi linda quando finalmente deu certo, mas a base toda me pareceu infantil dos dois lados. 

Porém, o que me ganhou de verdade foi como eles se conectam com a dança e a música. Acredito que elas são amantes, então é muito legal ver os personagens criando uma relação não por palavras, mas pela arte corporal. Não sei se todos os leitores se sentem extasiados nesse aspecto, contudo, acho que todo mundo que ler vai se sentir mais apaixonado pela obra quando os momentos de dança, com Nicole, se encontrar com a música, com Daniel. 

"Através dos braços, pernas, respiração, suor e cada célula do meu corpo, senti o êxtase que ficava após uma fusão completa da minha alma com a dança."

Esse foi meu primeiro contato com a autora e eu esperava bem mais. Isso porque literatura brasileira é muito difícil ficar entre os mais famosos e conseguir algum destaque, nesse caso tanto a autora quanto o livro ganham posições no topo. Então como eu estava com expectativas altas, me decepcionei em um ponto: os diálogos. 

A narração é simples, mas clara e bem definida, a autora não enrola e não foca muito nos detalhes, mas sim nos personagens. Não sou contra isso, meu problema eram algumas falas entre conversas que pareceram mal feitas e que teriam tons engraçados, no final ficou meio tosco. 

Minha decepção foi essa, mas a autora em si merece mais uma chance, pois li a obra em uma madrugada mesmo que a história tenha mais de 400 páginas. Isso deixa claro que sua escrita é envolvente e me pegou de jeito.

"Que tipo de sofrimento fazia alguém se fechar em uma carapaça de grosseria para não mostrá-lo aos outros? Por que o senhor Hunter escondia isso, talvez até dele mesmo."

Apesar de termos um final meio perdido e que acabou me afastando na obra, por mais incrível que pareça ele foi a melhor parte para mim. Foi chocante, teve emoção e uma solução final para o casal e para a protagonista que me deixaram crer que aquilo era uma história real e não apenas uma ficção. A dança pode te dar tudo, mas pode tirar tudo também, e é com isso que a gente lida no final e eu prometo que é uma das melhores partes sem sombra de dúvida. 

E é assim que eu deixo vocês com mais uma resenha. Sei que essa foi curta e um pouco vazia, mas como a leitura foi realiza há um tempo, não me senti adequada em falar sobre meus sentimentos que agora estão lá atrás. Porém, indico a obra mesmo que tenha a criticado em alguns momentos. Eu me senti acariciada e aconchegada, apesar do espírito de Sessão da Tarde que a história possuiu. É ideal para quem quer sair de uma ressaca literária ou simplesmente ler para relaxar e soltar alguns sorrisos durante a leitura sem ao menos perceber.

"- Minha Aurora - ele segurou o meu rosto entre as mãos e concluiu: -, luz do meu coração."

Nota: 3/5 ♥ 

Compre Senhorita Aurora | Amazon | Saraiva 

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩