The Good Place | O que acontece depois da morte?

25 de jun de 2018
Oi galera, tudo bem com vocês? Hoje eu vou falar sobre uma série que eu queria ver há muito tempo, mas só agora eu comecei a assistir e é incrível! 

Estou falando sobre The Good Place, uma comédia maravilhosa, sobre o que acontece depois que a gente morre. Depois de ter assistido todas as temporadas disponíveis de Brooklyn Nine-Nine e Unbreakable Kimmy Schmidt, que inclusive são meus amorzinhos, eu precisava de uma nova comédia leve e divertida para assistir, e foi aí que eu decidi começar The Good Place, que já estava lá na minha lista há um bom tempo. 


Eleanor Shellstrop está morta e acaba indo para o que é chamado de Lugar Bom (ou The Good Place, no original em inglês, daí o nome da série), junto com pessoas que fizeram as mais incríveis coisas durante seu tempo na terra. Ela é recebida pelo arquiteto Michael, que foi o responsável por projetar toda a vizinhança na qual Eleanor irá viver a partir de agora. Tudo é perfeito. Almas gêmeas são reais e ela encontra a sua, Chidi, um professor de ética e filosofia moral um tanto quanto indeciso. Ela conhece Tahani, uma jovem que arrecadou bilhões para a caridade, mas que acaba irritando Eleanor com sua perfeição. Tahani também tem sua alma gêmea, Jianyu, um monge budista que fez um voto de silêncio aos 8 anos e pretende mantê-lo até no pós-vida, mesmo que ele guarde segredos maiores do que ela imagina. 

Só que, na verdade, nem tudo é perfeito. Existe um problema. Eleanor não é a alma bondosa e humanitária que todos pensam que ela é. Ela está ali por engano, mas vai fazer de tudo pra se manter no paraíso. 



Eu confesso que quando li a sinopse pela primeira vez, não fiquei tão animada, mas depois de ver tantos comentários positivos sobre a série, precisei dar uma chance e vou dizer que não me arrependo nem um pouco. A série não decepciona. É bem humorada e flui muito bem ao longo dos episódios, ótima pra fazer maratona, além de ser extremamente surpreendente. Os personagens e a relação entre eles são muito interessantes e o roteiro gira em torno disso, enquanto nos mostra o desenrolar deste erro que acabou levando Eleanor para o paraíso. Como essas pessoas tão diferentes influenciam umas às outras agora que têm de conviver e lidar com este grande problema.

Eleanor não foi uma pessoa boa na terra, mas também não cometeu nenhuma atrocidade. Ela se classifica como uma pessoa média e queria que existisse, portanto, um Lugar Médio, porém ela se vê ali presa entre duas opções: ela pode confessar e ser mandada para o Lugar Ruim ou ela pode tentar melhorar enquanto pessoa para que seu lugar no paraíso seja merecido. Cada ação dela tem uma consequência, o que acaba deixando tudo mais difícil para ela e para Chidi, que está tentando ajudá-la de todas as formas que pode.

Em meio a humanos e seres imortais, temos Janet, que é algo como a Siri do Lugar Bom. Ela se parece com uma pessoa, mas não é. Ela contém todo o conhecimento no universo e está lá para fazer a estadia das pessoas o mais agradável possível. Eu adoro a Janet. O jeito que ela fala deixa tudo mais engraçado e arranca algumas risadas. Mas ela também nos leva a refletir um pouco sobre a inteligência artificial e a sua interação com os seres humanos.

Apesar de ser uma série de comédia, ela trata de assuntos sérios, como por exemplo: qual o valor das nossas ações, se temos as motivações erradas? Tudo de bom que uma pessoa faz tem valor se for feito apenas para benefício próprio? Qual o valor da ética no convívio humano? Essas são algumas das questões que são levantadas durante a série e que realmente colocam a gente pra pensar. 

The Good Place foi criada por Michael Schur, que é co-criador de Brooklyn Nine-Nine e de Parks and Recreation, e é transmitida pela NBC (a emissora que salvou Brooklyn Nine-Nine depois que a FOX anunciou o cancelamento). Ela foi lançada em 2016 e já tem 2 temporadas, com uma terceira a caminho. Aqui no Brasil é transmitida pela Netflix.

Ela definitivamente está entre as minhas séries favoritas da vida! E já que eu mencionei duas dessas séries lá no início do post… A primeira parte da quarta temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt foi lançada pela Netflix no dia 30 de maio e a segunda parte está para janeiro de 2019, mas infelizmente a Netflix confirmou que esta será a última temporada da série. Brooklyn Nine-Nine foi cancelada pela FOX após a quinta temporada, levando a internet à loucura o que fez com que a NBC resgatasse a série para uma sexta temporada, para o meu alívio!

Então, por hoje é só. Vocês já assistiram The Good Place ou têm vontade? 

4 comentários:

  1. Estou para começar essa série á um bom tempo rs. Mas depois desse post fiquei mais curiosa ainda!
    www.cinthiafabiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah que bom que te encorajei a ver a série!! Espero que goste!
      Beijos!

      Excluir
  2. Minha amiga me obrigou a assistir os dois primeiros capítulos, mas confesso que mais dormi do que assisti. Estou para começa-la de novo (e salvar nossa amizade) ha um tempinho.
    Gostei das questões que levantou sobre ela, acho que tomo coragem e começo a assistir.
    Amei sua resenha, ela é muito Clara! Seu blog é lindo.

    Beijos,
    amavelgirassol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho super válido dar uma nova chance à série (e, claro, salvar a amizade)! Fico feliz que minha resenha tenha te dado um empurrãozinho para continuar!
      Beijos!

      Excluir