Os 5 melhores de Junho

28 de jun de 2018
Foto: Marcelo Souza

Ei! Tudo bem?
Espero que sim :)

Prometo que estou me esforçando ao máximo para não desistir desse cantinho aqui e continuar produzindo conteúdo para vocês. Às vezes é bem complicado levar, mas estou dando o meu melhor trazendo coisas novas que possam agradar a todos.

E por isso decidi criar o "Melhores do Mês" inspirado, inclusive, em algumas postagens que eu já tinha lido por aí em outros blogs. Eu sempre quis aproximar vocês dos meus gostos, mas ultimamente eu venho dado muita atenção aos livros e, em alguns momentos, eu não resenho tudo o que eu leio, então com essa nova série de postagens eu poderei falar sobre música, filme, série e até mesmo livros. Espero que vocês gostem, e vamos conhecer os Melhores de Junho.



Posso falar a verdade? Estou muito empolgada com essa postagem, e eu só espero que dê super certo.

Eu sei que o mês não acabou ainda, mas o que eu for ver do dia 28 de Junho em diante eu vou colocar na postagem de Melhores de Julho. Outra coisa que eu preciso constar é: É muito complicado escolher apenas 5 coisas para falar com vocês, eu tenho vontade de divulgar o mundo, mas como eu sou mega exagerada, isso com certeza ficaria bem maior do que o esperado. Então vamos para os 5 "sortudos" que estão por aqui.

The Man - The Killers
Eu não consegui colocar o vídeo oficial da música aqui, mas se vocês puderem para tudo e vá assistir ao clipe dessa música, porque é sensacional!
A letra da música, que foi escrita e cantada por Brandon Flowers, fala basicamente sobre "O Cara", aquele que tem dinheiro no banco, gasolina no tanque, consegue o que quer e esbanja beleza e poder por onde passa.

Com uma mistura de anos 70, 80 e um pouco do eletrônico que anda rondando a gente atualmente, essa música é uma perfeita sátira com ironia do início ao fim. Muitos pensam que é apenas Flowers querendo aflorar seu ego, mas na verdade, é apenas uma piada sobre todos os caras que estão sendo egocêntricos por aí. O clipe, inclusive, cai perfeitamente nesse aspecto, pois mostra toda a ilusão do "The Man".

Confesso que mesmo que pareça que sou apaixonada por The Killers, as coisas não são exatamente assim. Na verdade, minha relação com a banda é de amor e ódio, e fazia muito tempo que eu não gostava tanto de uma música deles. Normalmente eu amo algo e odeio o resto, então ser fã de The Killers não se encaixa na minha pessoa, mas quando eu decidi resgatar o álbum de 2017 da banda, o Wonderful Wonderful, eu escutei novamente as músicas e acabei ouvindo The Man mais vezes do que o necessário.

Todo Amor - Vinicius de Moraes
Foto: Cecília Justen

Talvez seja uma novidade por aqui, já que eu nunca falei sobre o "poetinha", mas vou aproveitar a oportunidade para escrever o quanto eu amo esse escritor. O cara foi compositor, poeta, cronista, jornalista, diplomata, dramaturgo, cantor e, provavelmente, mais um bando de coisa que a gente não sabe. Todo esse lado dele foi voltado para o amor, porque se Vinicius de Moraes sabia fazer uma coisa com todo esse seu talento, essa coisa era voltar para o amor. Ele era um cara apaixonado, e que acreditava que era possível amar intensamente mesmo que acabasse. O que não é novidade, já que ele se casou várias vezes, e declarou seu amor por todas as suas mulheres. 

Foi sabendo disso que esse livro lindo surgiu, o Todo Amor é uma declaração de amor a Vinicius de Moraes. Temos crônicas, poemas, curiosidades e uma galeria maravilhosa com montagens extremamente românticas. 

Conheci essa obra no final do ano passado quando estava viajando e decidi entrar em uma livraria maravilhosa da cidade. Assim que possível consegui adquirir o meu exemplar, e mesmo que isso tenha sido há alguns meses, decidi falar sobre ele agora, já que esse mês rolou a prova da UERJ e o livro pedido foi O Livro dos Sonetos de Vinicius de Moraes

Se você não é fã nem do Vinicius nem de sonetos, acho válida a inclusão desse livro na sua lista de desejos literários, porque é um investimento que vale a pena por cada detalhe (tanto da edição quanto do próprio autor) e, provavelmente, você vai sair um verdadeiro apaixonado. E, obviamente, se você é fã, essa versão com o melhor de "Vini" é tudo o que você precisa para deixar sua estante ainda mais bela.

Han Solo: Uma História Star Wars
Foto: Adoro Cinema

Pode me julgar e falar o que quiser, mas eu A-M-E-I Han Solo.

Mais um spin-off do tão amando por mim e por muitos outros, Star Wars. Han Solo conta a história de Han, aquela história que até então a gente só sabia por alto por causa dos momentos em que ele falava algo sobre seu passado. É aí que conhecemos um pouco sobre a trajetória de Han, desde a sua saída de seu planeta natal até terminar com Chewbacca e a Millennium Falcon (esse último, diga-se de passagem, me fez ficar emocionada). Todo o seu lado aventureiro e ousado é representado em cenas de luta e ação, com muito contrabando.

Eu não sei exatamente o motivo de tantos comentários negativos, mas eu acredito que seja pela mesma razão de eu ter amado tanto. Han Solo, tanto o filme quanto o personagem, é um desvio em uma linha reta. Todo o aspecto sombrio e sério de Star Wars e do outro spin-off, Rogue One, não estão presentes nesse filme, na verdade, estão bem longe de acontecer. Juro para vocês que amo esse lado, mas esse lado não é cara de Han, um personagem irônico e que tenta ver sempre o lado bom da história, fazendo piada de tudo. Esse clima leve para o longa me fez sair do cinema encantada com o que vi. Não esperava por isso, e amei!

Outro ponto que eu acho interessante comentar, mesmo quase esquecendo ele, foi o meu medo de assistir a esse filme e detestar, porque às críticas negativas estavam voando na minha cara igual spoiler de Vingadores: Guerra Infinita. Meu medo de assistir estava todo voltado para a escolha de personagens, mesmo que eu acredite bastante na Emilia Clarke (que entregou uma atuação meio medíocre para a própria atriz). Apesar de Qi'ra ser dona do meu lado girl power, meu coração estava em Alden Ehrenreich que interpretou brilhantemente Han. Acredito que tenha sido um desafio para ele atuar um personagem tão famoso que já fora para o cinema antes com o nome de Harrison Ford envolvido, seria arriscado e eu ficaria tremendo se fosse ele. Entretanto, ele sim apresentou uma atuação maravilhosa que me fez pensar na atuação de Harrison Ford o tempo todo. Ele conseguiu se fundir com Han de Ford e agora parece algo realmente continuo. Fiquei imensamente feliz.

Toc Toc 
Precisamos falar sobre esse filme genial que alegrou meu domingo.

Toc é a sigla para Transtorno Obsessivo Compulsivo, e é sabendo disso que Vicente Villanueva fez seu longa espanhol. Nessa história extremamente cômica que vai tirar gargalhadas de você com um humor puro, conhecemos um pouquinho sobre personagens que possuem tipos específicos de toc, dos mais comuns (como checar o tempo inteiro os detalhes) até os mais raros (como falar palavras sem nenhum controle). 

Os seis personagens principais se encontram em uma sala de espera em uma clínica psiquiátrica, mas o mais estranho é que todos estão marcados com o mesmo médico e no mesmo horário, médico este que se encontra em um aeroporto tentando chegar até a cidade. Este fato rende um plot genial e muito legal no final do filme, porém, sem spoilers por aqui. 

Durante a (longa) espera, os personagens começam a se conhecer, e diretamente também os conhecemos, entendemos os seus problemas e os desafios de se ter toc. É uma experiência muito bacana cheia de diversão e muita risada. Sem nenhuma piada com humor negro, apenas personagens naturais que fazem você querer participar do filme. 

O Filme da Minha Vida 

Demorei, mas finalmente consegui assistir O Filme da Minha Vida, com direção do fabuloso Selton Mello. Estou falando isso tudo porque além de ser uma grande fã do ator/diretor, eu queria muito assistir o longa no cinema. Cheguei até a comprar os ingressos, mas no dia tive um problema e não fui... No final, acabei levando quase um ano para assistir ao filme brasileiro mais aguardado por mim em 2017. 

O Filme da Minha Vida conta a história de Tony, que é filho único e fora criado por uma família carinhosa, com uma mãe brasileira e um pai francês. Ao sair de casa para fazer faculdade na capital, tudo parecia certo, mas ao voltar como professor... O seu mundo caiu. Nicolas Terranova, pai do protagonista, simplesmente entra em um trem e diz que vai embora, e ninguém o acharia, pois voltaria para França.

A relação de Tony com o pai sempre fora tranquila, amigável e do telespectador se apaixonar, então ele não é possível compreender de início o motivo da partida e o motivo de não responder as cartas do filho. Agora Tony vive se culpando e questionando a fuga do pai, enquanto sua mãe fica triste pelos cantos e o melhor amigo da família, Paco, tenta consolar. 

Eu poderia escrever muito, mas ainda seria pouco. Não sei dizer se o filme superou as minhas expectativas, porque imaginei de um jeito e acabei recebendo outra coisa, que também me apaixonou, então fiquei bem feliz com o resultado. Esse é um longa poético, com o melhor da década de 60 na Serra Gaúcha, com uma trilha sonora de fazer o coração bater mais rápido, com atuações brilhantes, com Selton Mello (isso pra mim conta muito), relações lindas e um plot no final que vai fazer seu queixo cair, mas depois você vai abrir um sorriso enorme.

Amo falar sobre a fotografia de um filme, e acho que O Filme da Minha Vida ganha muito nesse lado, parece até filme internacional digno do Festival de Cannes. Isso tudo levou o filme a outro nível, assim então, vários lugares do mundo puderam assistir o longa nos cinemas de suas cidades. 



Espero que vocês tenham gostado da minha lista, eu amei fazê-la. Final de Julho teremos mais um pouco sobre tudo o que me agradou e fez meu coração acelerar. 

10 comentários:

  1. Oiee

    As vezes é bem difícil de levar o blog, ainda mais quando a vida enche de coisas. Eu também já pensei em parar ou dar alguma pausa, mas gosto muito, então vou levando como dá. Tem mês que vai super bem, outros mais devagar e assim vou indo. Gosto muito do seu cantinho, vai no seu ritmo.
    Gostei muito do post de melhores do mês e eu quero muito ler Todo Amor, adoro o Vinicius!!

    bjs
    Fe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Fê!

      Ahh, é muito bom saber que alguém me entende. Finalmente entrei de férias e quero ver se consigo arrumar melhor a minha vida para não ficar como fiquei no primeiro semestre.
      É um livro lindo, você vai amar :)

      Beijos!

      Excluir
  2. Oii Cecília.
    Forças amiga, vai dar tudo certo!!!
    Gostei bastante da sua nova coluna. Gosto de ver o significado de tudo na vida das pessoas assim como percebo o que cada um desses livros significou para você
    O Filme da Minha Vida eu queria assistir. Gosto bastante do Selton Mello, ma-ra-vi-lho-so, e com certeza quero vê-lo na direção e atuação deste.
    Amei o post.
    Beijos.


    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jessica!

      Pode deixar, as coisas já estão melhores! Obrigada pela força :)
      Fico feliz em saber disso.
      É um filme sensacional, Selton levou todos os meus aspectos favoritos de um filme tão poético.
      Obrigada!

      Excluir
  3. Oii Cecília.
    Força amiga, vai dar tudo certo. Caso não esteja conseguindo levar tenta dar uma pausa. Quem sabe não te ajuda???

    Gostei bastante dos seus favoritos. Como grande fã do Selton Mello (ma-ra-vi-lho-so) tenho certeza que amaria esse filme também.

    Post lindo

    Beijos.


    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Cecília, adorei seu post.
    Sei como é difícil conciliar as coisas, para mim também está bem apertado e estou com muitas resenhas atrasadas. Dê uma respirada, faça só postagens que lhe agrade no momento, quando quiser dar uma pausa, dê, porque o que importa é você se sentir bem consigo mesma.

    Amei seus favoritos, adorei saber sua opinião sobre o filme do Han Solo, eu ainda não assisti. Devido aos compromissos e trabalho acabei não vendo nenhum filme da minha lista "quero muito assistir", mas pretendo assistir este em breve. Não sou de seguir críticas negativas, mas as vezes elas nos deixam com receios mesmo. Fiquei super curiosa com o filme TOC e esse do Selton Mello, vou procurar para assistir.

    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Elo!
      Fico feliz em saber disso.

      Obrigada, chuchu! Fico tão feliz em ver tanto apoio por aqui. Felizmente essa maré já está mudando e as coisas estão (aos poucos) voltando ao normal.

      Ah, todos os filmes foram especiais para mim, acredito que você também vá gostar. Sério que você não segue as críticas? Gostaria muito de não ser tão influenciada por elas haha

      Beijos!

      Excluir
  5. Se parar eu vou puxar seu pé à noite!! :P
    Adorei o post! Vc sabe que gosto de um melhores do mês né! Hahaha
    Sei o que vc passou com esse filme tão aguardado! Esse ano eu não fui no cinema nem a metade do que ansiava, to só jogando para o próximo ano tudo que queria assistir!
    Vinicius é talento puro! Fiquei curiosa com essa obra que parece tão linda!
    Parabéns pelo post!!

    Osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz isso não hahah

      Ah Vivi, queria morar no cinema, mas...
      Você vai se apaixonar, é tão linda essa edição :)
      Obrigada!

      Excluir