Pertinácia | Resenha

28 de mai de 2018
Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?

Sabe aquela leitura super fácil de menos de um dia? Então, foi o que aconteceu comigo quando, recentemente, li Pertinácia, um livro nacional que ao contrário do que muitos pensam, está bem longe de ser ruim.

Confesso que o mais difícil foi escrever essa resenha, pois não encontrei palavras para falar todo o necessário, mas espero que tenha conseguido fazer uma parte do previsto.

Pertinácia - Sue Hecker

Sinopse: A vida de Rafaela nunca foi fácil. Da infância passada em um orfanato à mudança para São Paulo, ela sempre teve que superar diversos obstáculos que surgiam em seu caminho. Quando tudo parecia entrar nos trilhos e a jovem enfermeira pensava ter encontrado o amor, um erro lhe tirou tudo, e ela não sabe como recomeçar. É exatamente em seu momento mais frágil que Rafaela conhece Jonas, um advogado confiante, sexy e vaidoso, que parece determinado a seduzi-la. Mas, depois de uma grande desilusão, Rafaela não quer ceder à atração que sente por Jonas e correr o risco de se machucar de novo. Será que essa jovem inocente e pertinaz conseguirá resistir aos encantos de um homem experiente? Pertinácia é uma história sobre conquista: de confiança, de objetivos e, especialmente, de amor.


Foto: Cecília Justen 

Páginas: 256 | Autor(a): Sue Hecker | Editora: Editora Harlequin | Gênero: New Adult  
Série: Mosaico #5 | Literatura Nacional 

Rafaela é enfermeira e acaba de fazer o que seria o maior erro de sua vida. Tudo a partir daquele momento mudaria. Ela trabalhava na casa de uma família linda cuidando da filha de seu chefe, e as coisas estavam indo bem até o dia em que ela decidiu se declarar para o mesmo, lindo e solteiro. Sua declaração foi um tanto quanto ousada, afinal, ninguém espera de uma virgem uma declaração de amor nua e, pior, ninguém espera a rejeição a partir do momento em que faz isso. 

Sentindo-se extremamente constrangida e arrependida, Rafaela tenta diversas formas de pedir perdão, mas nada adianta, ela seria demitida. Assim então, ela comparece a reunião com o advogado de seu antigo chefe, em que receberia sua carta de demissão. Jonas, o advogado em questão, é uma perdição, e todo o seu jeito de falar sobre o assunto envergonha Rafaela. 

Sem emprego e arrasada, ela vê naquela reunião uma chance de se justificar, mesmo não sendo para a pessoa mais ideal. Com pena da mulher em sua frente, Jonas acaba se lembrando de seu sobrinho com câncer e sua irmã com gravidez de risco, eles precisavam de uma enfermeira urgentemente e essa pessoa poderia ser Rafaela, que apesar do conflito anterior é uma profissional extremamente qualificada.

O único problema é a irmã de Jonas que parece certa de sua negação a qualquer ajuda. Por muito tempo as enfermeiras e outros empregados que contratara trataram seu filho de forma horrorosa, o torturando em alguns momentos. Ela não quer ninguém e em sua cabeça não precisa de ninguém, ainda mais alguém desconhecido.

Entretanto, Jonas está muito preocupado com a situação de risco da irmã e Rafaela precisa urgentemente de um emprego, então nada melhor do que um namoro falso para amolar o coração da sua futura patroa.

Assim então, Rafael e Jonas entram em um romance louco, cheio de sedução e muito amor, um romance que talvez não seja tão falso assim.

"E olha que eu ficava por horas observando o dr. Marco. Ele sempre foi um exemplo de homem para se apaixonar: bom pai, educado, lindo, sexy. Já esse advogado à minha frente parece ser totalmente o oposto."

Sue é uma autora brasileira, mas é possível confundir sua origem (mesmo que a história se passe no Brasil), pois é possível compará-la com autores internacionais com cunho importantes para o New Adult. 

Ela leva sua história para um lado sensual e sem nenhuma reviravolta, então se você quer se surpreender, saiba que você não irá. Não é exatamente um clichê, porque para isso Jonas precisaria ser um babaca e ele não é. Ele com certeza não é um babaca. O que é sensacional, porque eu achei que fosse encontrar um típico Christian Grey, mas não encontrei. Na verdade, ganhei um mocinho sedutor, mas muito carinhoso. É tudo o que precisamos, não é mesmo?! 

A autora também tenta fugir de todo o clichê colocando personagens que merecem todo o nosso amor, como Gui, o sobrinho de Jonas. Ele tem câncer, é um menino muito difícil e vai levar Rafaela a loucura em muitos momentos. Nós conseguimos nos apegar a ele sem precisarmos de muito para isso, é um carinho bem solidário. 

Na construção de uma mocinha forte, Sue também arrebenta. Ela não tem aquela típica atitude de "personagem virgem", ela tem toda a sua atitude e não é nenhum pouco frágil, enfrentando tudo e todos apesar de toda a reviravolta em sua vida. E isso faz toda a diferença na história, pois vamos esperar alguém bem sem graça, tipo Anastasia Steele (falei mesmo), mas encontramos o oposto disso. 

"Acho que o perfume dele é uma espécie de droga, que deixa a pessoa dopada e dependente, de tão viciante!"

Entretanto, nem todas as coisas são flores, pelo menos não para mim. A grande questão em minha vida é que um New Adult precisa ser muito (muito!) bom para me conquistar totalmente, e boa parte dos livros do gênero não são surpreendentes e, meus livros favoritos são aqueles que me deixam em choque com o final. É real, os New Adult não tem isso, o que é o grande pecado em Pertinácia

Antes que alguém me pergunte, eu não estava esperando o livro da minha vida, muito menos uma obra que fosse ter um plot, por isso não me decepcionei, mas essa "mesmice" de New Adult está quase me levando a loucura e, em muitos momentos, tenho vontade de desistir do gênero. 

O que acontece no livro de Sue acontece em livros de autores consagrados, então não é culpa dela ou culpa do gênero, é só questão de gosto. Então não abomino o livro (acho que não abomino nenhum livro, para falar a verdade), no caso eu estou super indicando para quem quer ter aquele casal que leva o leitor a loucura e traz muito romance e cenas sensuais. O que é um ponto positivo para a obra, já que em todas as cenas Sue consegue transmitir as sensações dos personagens. 

"O barulho dos nossos copos se chocando me faz racional e me lembro que nesse pote de melado há restrições séries de algum ministério da saúde mental, advertindo que uma Rafaela pode causar sérios problemas na vida de um Jonas."

Eu não sabia, mas Pertinácia faz parte de uma série muito famosa da autora, contudo, os livros podem ser lidos de forma independente, o que é ótimo. Eu não li os anteriores, caso tenha a oportunidade, lerei.

Outro ponto que vale a nossa atenção é a autora em si, que além de brasileira, sabe fazer um trabalho maravilhoso no que se propõe a fazer. Então não precisa se preocupar, se você quer um livro cheio de romance, cheio de sedução, cheio de amor, de paixão e tudo o que o New Adult promete, fique tranquilo que você terá isso e muito mais. 

"Coloco o ponto final com uma pequena esperança, apesar de saber que, no fundo, não adiantará de nada."

Nota: 3/5 ♥ 
*Livro cedido em parceria com a Editora Harlequin* 

Compre Pertinácia | Amazon


Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩






14 comentários:

  1. Cecília e sua sinceridade! hahaha
    Eu confesso que ultimamente to estranhando os new adult viu, nunca fui exigente com o genero, mas alguns detalhes dos ultimos livros estão me causando uma estranheza que beira desistir do genero tb.
    Our fall que nos salva com aquele final ne??? hahahaha
    Gostei bastante de indicação, não conhecia o livro, mas já ouvi falar da autora, talvez seja um bom volume pra conhecer a escrita!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Vivi... Não me aguento haha

      Our Fall acabou com nossos corações com aquele final, se não poderia estar na mesma linha que outras obras do gênero.

      Excluir
  2. Olá, que linda sua resenha!
    Já quero conhecer o fofo do Gui .
    Gostei da sua sinceridade em relação ao new adult, outro dia vi um post explicando uma diferença entre new adult e romance hot, achei bem bacana.
    Deve ser bem bacana a série completa da autora, não a conhecia.
    Bjus e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Falam que a série é bem maneira, mas ainda não tive a oportunidade de pegar para ler.
      O Gui é um amor, o toque infantil foi maravilhoso na obra.

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Cecília
    Não conhecia essa série porque quase não procuro nacionais. O motivo é que eu vejo certa tendência a americanização e entre ler cópias e originais melhor o original.
    Por esse motivo fiquei encantada com a maneira com o qual ela foge disso criando um contexto próprio. O cara não ser um babaca, já é motivo extra pra leitura.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jessica!

      Eu entendo completamente você, e fico meio triste, pois são essas americanizações que ganham tanto espaço no Brasil.
      Sim! Acho que esse lado dele ganha em tudo haha

      Beijos!

      Excluir
  4. Olá!!!

    Adorei sua resenha e toda sinceridade.
    Eu sou bem difícil para os New Adult, então fico bem exigente mesmo. Acho que por isso quase não leio, rs.
    Mas gostei da premissa desse, ainda mais por ser uma autora nacional, gosto de conhecer novos autores aqui. E dou graças que não vamos encontrar um Christian Grey aqui, hahaha.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Fê!

      Fico muito feliz em ler isso.
      Eu te entendo, porque sou completamente assim haha
      Nossa, isso é um alívio tanto para você quanto para mim rsrs

      Beijos!

      Excluir
  5. Olá Cecília,
    Achei interessante a premissa do livro e fiquei com muita pena da protagonista no início hahha, mas a achei meio sem noção também. Gostei de saber tua opinião e adorei a indicação porque não conhecia a autora e suas obras, irei procurar a respeito.

    Tua resenha está ótima, e super entendo sua opinião sobre um gênero que você lê e não se surpreende, o que acaba sendo um problema de gênero mesmo e não apenas de um livro.

    Já anotei aqui para um dia conhecer um pouco mais sobre essa autora e saber oque acontece com esse romance sensual de Rafaela e Jonas.<3

    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Elo!

      É meio sem noção, mas a autora conseguiu deixar coerente com a história.
      Fico muito feliz em saber disso, e mais ainda em saber que você entendeu minha colocação.
      Depois me conta o que achou, vou adorar saber :)

      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Cecília, tudo bem? Eu acho a capa desse livro linda, e me surpreendi por saber que se trata de uma obra nacional. Gostei bastante da premissa, e ainda mais por saber que Jonas é um bom mocinho, carinhoso e tal. Estamos tão acostumados a estereotipar os personagens que quando li advogado já pensei, hmmmm, esse não presta. Enfim, fico aliviada por saber que é o contrário. Sobre a sua crítica ao gênero, entendo perfeitamente e a acho super válida. Às vezes quando leio muitos livros de fantasia me saturo um pouco pelas repetições, então nossa opinião e sinceridade é cada vez mais preciosa para essa realidade mudar. Adorei a resenha, beijos.

    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Gisele!

      Eu também, não imaginei que ele seria assim, e acabei pensando a mesma coisa que você. Fico muito feliz em saber disso, e em saber que você me entende haha Obrigada :)

      Beijos!

      Excluir
  7. Oi, tudo bem ?

    Cecília diva,já falaram muito desse livro nos instagrams, mas eu não havia parado para ler, então esse post foi super válido. Amei como você avaliou e expões o que achou da obra, assim como os quotes selecionados, tudo só instigou mais a vontade de ler a obra. Gosto muito do gênero, o new adult esta ganhando mais espaço na estante, assim como a literatura nacional que merece sim ser mais valorizada e está surpreendendo a todos com uma história melhor que a outra. Com toda certeza essa é uma ótima dica de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei!

      Que bom que você achou a postagem haha
      Fico feliz em saber disso, de verdade.
      Literatura Nacional é uma parte muito importante do mundo literário que nós deveríamos dar mais valor.
      Se você ler, depois me conta o que achou, vou adorar saber :)

      Beijos!

      Excluir