[Viagem] Beto Carrero | Como viajar

16 de abr de 2018
Foto: Cecília Justen

Ei! Tudo bem?
Mais uma postagem sobre o Beto Carrero! Para conferir as anteriores é só clicar aqui :)

A segunda postagem sobre essa viagem é destinada aquelas pessoas que são tão confusas quanto eu na hora de fazer o pré-viagem. É aquele momento em que você quer saber quando viajar, onde ficar, como funciona a cidade, qual voo pegar e por aí vai. Por eu entender completamente essas pessoas, está aqui o pré-viagem mais completo que eu pude escrever para vocês. Depois de seguir essas dicas, prometo que é só embarcar no avião e ir em direção ao seu destino.

Foto: Andrea Justen

Infelizmente essas dicas não poderão ser utilizadas para outras viagens, pois falarei de uma forma bem específica, mas pretendo (em breve) dar dicas gerais para vocês.

Vou dividir essa postagem em tópicos para ficar mais fácil e mais organizado, mas antes acho válido vocês saberem um pouquinho sobre a minha viagem. 

Decidi viajar no dia 25 de Março (domingo) e voltei dia 28 de Março (quarta-feira). Fiquei na cidade de Penha, que é onde tem o parque. Nos dias 26 e 27 eu passei o dia no parque (que abre às 9:00 e fecha às 18:00) e no dia 28 (antes do voo) fomos conhecer o shopping que fica em Itajaí, uma cidade que fica a menos de 30 minutos de Penha. 

Tendo isso em mente, vocês já podem conferir as dicas que podem (ou não) servir para vocês. 

Quando viajar?
Foto: Andrea Justen

Essa é a pergunta mais importante de toda a viagem, pois vai ser ela que vai decidir todo o rumo que você irá tomar. 

Eu, como vocês puderam perceber, viajei em baixa temporada (apesar de ser pertinho da Páscoa). Essa foi a melhor escolha que eu poderia ter feito, pois como o parque não fica muito tempo aberto, me ajudou a ver várias atrações sem esperar mais de 20 minutos para cada. Em alta temporada, as filas podem te fazer esperar por 2 horas para andar em um brinquedo de 2 minutos. Isso compensa? Não mesmo! Além das filas, a alta temporada vai te fazer andar em um parque lotado, fazendo com que o dinheiro gasto não tenha valido muito a pena. 

Entretanto, o parque não abre todos os dias! No site oficial do Beto Carrero vocês tem acesso ao calendário, e é muito importante que vocês tentem se adequar a ele. 

Só posso viajar em alta temporada, o que fazer?

Apesar dos pesares, viajar em alta temporada ainda é uma boa opção se você puder comprar os famosos Fast Pass, que é basicamente uma forma de passar a frente de algumas pessoas para ter acesso aos brinquedos de forma rápida. Mas é bom saber que: 1. O Fast Pass é pago; 2. A fila do Fast Pass também pode estar grande; 3. Ele não dá acesso ao mesmo brinquedo várias vezes; 4. O Fast Pass não dá direito ao passaporte do parque, cada um tem seu preço e você precisa pagar ambos; 5. Cada pessoa precisa de seu próprio Fast Pass.

Como se adequar ao parque e pegar promoções?

Como eu disse, o parque possui um calendário e viajar em baixa temporada ajuda a compensar o seu dinheiro. Para vocês terem noção, em dois dias de parque eu fui três vezes ao mesmo brinquedo (e poderia ter ido mais se quisesse) sem enfrentar uma fila de mais de 5 minutos. 

Entretanto, viajar em Março não me fez pagar mais barato, mas vocês podem procurar formas de baratear o passeio. O Beto Carrero faz durante o ano várias promoções especiais, confira algumas:

  • Em Abril, o segundo passaporte para o parque sai de graça! 
  • Em Maio, as mães não pagam!
  • No dia de seu aniversário, seu passaporte é um presente!
Aonde se hospedar e quanto tempo ficar?
Foto: Cecília Justen

Isso é meio problemático, pois o aeroporto mais perto de Penha é em Navegantes, que é uma cidade perto, mas além de Navegantes, nós temos outras cidades que ficam bem próximas: Itajaí, Balneario Camboriu, Blumenau, etc. 

Então para decidir quanto tempo vai durar a viagem, você precisa saber onde ficar. Eu e meus pais estávamos interessados no parque, então ficamos em Penha em uma pousada que fica na rua principal do parque. Hospedamos-nos na Pousada Rota do Sol (eu super indico para vocês, é um lugar excelente que mistura custo e benefício), mas além dela, essa rua só possui pousadas que compensam só por ser perto do parque. Entretanto, minha irmã e meu cunhado (que viajaram uma semana depois) queriam ficar 7 dias, então eles se hospedaram em Balneario Camboriu, pois a diversidade de atividades lá é bem maior do que em Penha. Na verdade, Penha não tem nada! O parque é a única atração que vale realmente a pena. 

Isso tudo ocorrendo em baixa temporada. Mas conversando com o dono da pousada em que ficamos descobrimos que, a estrada que liga as cidades fica completamente congestionada em alta temporada, então (em alguns momentos) não compensa se hospedar em outro lugar.

Qual voo pegar?
Foto: Cecília Justen

Independentemente da onde você saia e aonde você vai se hospedar você precisa chegar ao Aeroporto Internacional de Navegantes. Ele não é grande, não é extraordinário, mas é o mais perto das cidades que rodeiam o parque.

Sabendo disso, acredito que a parte mais fácil acontece agora, você precisa escolher um voo. Comparei os preços no Decolar.com, mas comprei no próprio site da companhia aérea, que no caso foi a Gol. Minha irmã viajou de Azul e foi tão bom quanto, então não acho que posso falar para vocês qual é a melhor opção. De qualquer forma, a comparação dos preços é o que mais conta nesse momento. Viajar no domingo à noite e em dia de semana barateia as passagens, isso em baixa temporada e (às vezes) em alta temporada. Fazer paradas e conexões são coisas que pode diminuir o preço sim, mas nem sempre compensa. Saindo do Galeão (RJ) e chegando a Navegantes, o voo direto durou aproximadamente uma hora, então é o tipo de voo que vale pagar a mais para fazer direto.

O que comprar antes de viajar?
Foto: Cecília Justen

Você pode comprar tudo relacionado ao parque antes de viajar. Mas se você pretende viajar em alta temporada, é importantíssimo que você compre pela internet para não enfrentar fila na entrada. Os passaportes podem ser adquiridos no site oficial assim como os opcionais (que são atrações que não estão inclusas no passaporte, mas irei falar melhor delas na próxima postagem). Tudo isso pode ser dividido e pago de várias formas. 

O que levar na mala?
Foto: Cecília Justen

Já contei para vocês que a minha parte favorita no pré-viagem é fazer a mala? Se não, estou contando agora. Eu acho essa parte super divertida, pois fico pesquisando sobre a temperatura do lugar, sobre o tempo que vou ficar lá, vejo outros blogs falando sobre viagem e aí eu fico mais ansiosa. 

Como eu viajei em Março, não peguei um calor horrível, na verdade, usei até blusas quentinhas e levei casaco. Por isso vocês precisam saber em que estação do ano está e como o lugar fica naquele momento. Se você for por agora, aconselho um casaco (pode ser fininho), calça, tênis (confortável, pois você vai andar bastante) e tenha noção de que pode chover a qualquer momento, então você precisa estar preparado para ter roupa que te ajude caso ocorra. Lá no parque alguns brinquedos são de água, então vale ter uma capa de chuva se não tiver quente, pois você estará no Sul do Brasil e secar a roupa no tempo é meio complicado. Uma roupa para os brinquedos de água também conta, fiz isso quando fui para Orlando e ajudou muito nas atrações que molhavam. 

Na segunda (dia 26 de Março) choveu muito no parque, foi tenso de tirar foto e só aproveitei pois tinha uma capa de chuva comigo, então é sempre bom se prevenir.

Quanto levar?
Foto: Cecília Justen

Essa é uma pergunta muito relativa, pois o certo seria "Quanto você está disposto a gastar?". Viajando de uma forma planejada e comprando a passagem aérea, o passaporte para o parque e a hospedagem com antecedência ajuda a saber o gasto, mas todo mundo sabe que em terra firme mais coisas vão surgindo. 

Na próxima postagem eu pretendo falar sobre a alimentação dentro do parque e quanto que custa em média, mas adiantando um pouco, saibam que o fast food e os restaurantes de comida kilo rolam soltos, e os preços não fogem do normal para tais lugares. 

Então, a minha resposta para essa pergunta não é uma certeza, mas saibam que vocês vão gastar em comida (o que é bem óbvio) e, provavelmente, em lembrancinhas do parque, essas podem ser bem carinhas, mas é possível achar chaveiros por menos de 5 reais. 

De qualquer forma, indico para vocês um site chamado Quanto Custa Viajar, lá eles dão um valor bem próximo de quanto vocês irão gastar em uma viagem. Eles possuem orçamentos de Nova York até Penha, que é o destino em questão. 

Como programar a viagem?
Foto: Andrea Justen

A programação pode ser feita totalmente em casa, o que é ótimo. No site do parque a gente encontra os horários das atrações, em que momento do dia é possível tirar foto com os personagens e por aí vai. É muito importante conferir, pois em certos dias algumas atrações estão fechadas para manutenção. 

Como eu viajei para conhecer o parque, meu roteiro não foi tão interessante, mas minha irmã fez outras coisas bem legais e, por isso, vou deixar o dela para vocês. 

P.s.: O roteiro do que eu fiz dentro do parque vai estar na última postagem dessa série. 



Dúvidas?
Foto: Cecília Justen

Espero ter ajudado vocês nessa parte inicial que pode ser muito complicada. De qualquer forma, vocês podem tirar suas dúvidas comigo pelos comentários das postagens relacionadas a essa viagem, podem mandar mensagem pelo formulário de contato do blog que fica na parte superior, ou mandar um e-mail para coresdouniverso@gmail.com Prometo responder o mais rápido possível.

Um beijo e paz no coraçãozinho de vocês! ✩


2 comentários:

  1. Ajudou muito! Meu irmão foi com a família pra lá esse ano tb e super recomendaram, suas dicas so reforçam minha vontade de ir!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh você precisa conhecer esse lugar maravilhoso!

      Excluir